FBN sedia II Workshop Autismo

Faculdade Boas Novas sediou na manhã do último sábado (30) no auditório Ana Lúcia Câmara,  o 2° Workshop Autismo “Respeito, Educação e Inclusão”, promovido pela Associação de Amigos dos Autistas – AMA em parceria com a coordenação de extensão. O evento teve o objetivo de orientar os educadores, acadêmicos e sociedade em geral sobre o autismo na adolescência e na vida adulta e sobre os novos desafios relacionados ao assunto.

Diversos especialistas estudiosos do assunto palestraram para os participantes, como médico neurologista, João Francisco Tussolini, a pedagoga especializada em deficiência, Denise Teperine, a assistente social, Conceição Colares, a psicóloga e professora especializada em Educação Especial, Maria de Fátima Chixaro Voss e outros profissionais que atuam na AMA como o educador físico especializado em Educação Especial Maurício Abreu e a gestora do AMA, psicóloga Perina Aguiar, que apresentaram estudos de cuidados com crianças e adultos que têm autismo.

Os alunos e colaboradores da AMA também participaram com apresentações de cartazes, músicas, poesias, versos e danças que emocionaram as pessoas que estavam presentes no evento. As demais ações e cuidados particulares foram mostrados em um vídeo produzido pelos profissionais da associação

O vice presidente da AMA, Carlos Silva, explicou a importância do evento para inclusão e conscientização da sociedade para esta causa. “Nossa contribuição para a sociedade é trazer a realidade que vive o autista, as suas peculiaridades para que as pessoas passem a entender o mundo deles e nós fazemos um trabalho apara atender todos os graus do TEA por meio de convênios com poder público”, acrescentou.

Para o neurologista João Francisco Tussolini, especialista em TEA, este evento representa o crescimento do tema na sociedade para o cuidado e tratamento do autista. “Quando a família se empenha e ajuda essa criança tem toda a chance de se desenvolver e ao longo da vida ela vai se tornando independente de alguns cuidados”, afirmou.

O evento encerrou com depoimentos de pais e cuidadores sobre a luta pelos direitos das pessoas com TEA, as políticas públicas e como os profissionais de educação e médicos são essenciais para o desenvolvimento cognitivo do autista.

— — —

Texto: Rose Souza, Rita Rayana e Karoline Marinho / acadêmicas de Jornalismo

Mais imagens em @faculdadeboasnovas

No comments yet! You be the first to comment.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×