FBN Realiza treinamento corporativo para colaboradores

Dois cursos foram ministrados nesse começo de recesso para os colaboradores da Faculdade Boas Novas (FBN): Atendimento ao cliente e Saúde mental no trabalho.

O atendimento de excelência é o cerne de todo e qualquer negócio. Hoje, o colaborador deve ser um consultor no atendimento, gerando valor agregado ao propósito principal da organização, tendo o cliente como “foco”.

Para o gestor, consultor organizacional e administrador Francisco Lúcio Pinto, que ministrou o tema Atendimento ao cliente, disse que “não estamos em tempo de satisfazer clientes, porque isso é o mínimo que se pode oferecer para tê-lo. Precisamos, obrigatoriamente, “encantar clientes”, tanto na prospecção quanto na retenção, pois, somente assim os incluímos, realmente, em nosso time.

“O bom atendimento mantém os já existentes e atrai novos clientes para que os objetivos organizacionais possam ser alcançados”, garantiu Francisco.

A professora e psicóloga Ma. Maria Vilani disse que ter um colaborador mental e fisicamente saudável é a maior preocupação da FBN neste momento. Para isso investe na formação deles para potencializar os resultados em tempo de pandemia.

Trata-se da instituição investir em si mesma e manter a equipe cada vez mais eficiente, saudável na busca de resultados, mais disposta e satisfeita.

Colaboradores em Treinamento

 

“Planejar-se para capacitar servidores é sempre positivo para a FBN. Aprender coisas novas nunca é demais. É quando o colaborador se sente valorizado e impulsionado a potencializar o seu fazer”, explica Vilani.

Para a coordenadora de RH Maria Gabrielle Moreira de Souza, é de extrema importância falar em saúde mental para os colaboradores, principalmente quando vivenciamos um ano tão difícil de pandemia (Covid-19), quando tantas vidas foram afetadas.

“A promoção da saúde mental é essencial para que nós, como empresa, possamos favorecer o bem estar, cuidar de pessoas, prevenir doenças já existentes, e capacitá-lo para uma melhor qualidade de vida no ambiente do trabalho”, acentuou ela.

Thais Silva dos Santos, recepcionista, considera essa formação de grande importância, pois, por meio dela, “podemos reconhecer como as áreas psicológica emocional, física e espiritual estão ligados à saúde mental, e como isso podemos interferir no ambiente de trabalho”.

Thais disse que aprendeu a lidar com seus limites e não os exceder, porque isso pode me adoecer. Ela afirmou, também, que aprendeu a praticar alguns exercícios de relaxamento para algumas situações no trabalho.

Curso Atendimento ao Cliente
No comments yet! You be the first to comment.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×